quinta-feira, 7 de abril de 2011

Patogenicidade de Colletotrichum gloeosporioides infectando folhas de mudas de Zantedeschia aethiopica.



Thais Thorquato Sales; Eduardo Soares da Silva Lima;Erica Santos do Carmo Souza; Ana Luíza Barbosa e Silva; André Luiz de Araújo Pegorin; Luciane Lopes de Freitas; Paulo César Alves de Sousa; Milton L. Paz-Lima, Faculdadesm JK-Anhanguera




Este trabalho teve como objetivo registrar a patogenicidade do agente causal de manchas foliares de mudas de copo-de-leite. Coletaram-se folhas de mudas no Lago Norte, DF apresentando sintomas e sinais. Fragmentos foram submetidos à assepsia superficial e depositados em meio batata-dextrose-ágar (BDA) para isolamento. Preparou-se lâminas semi-permanentes dos sinais encontrados. Discos de micélio do isolado foram inoculados em áreas sadias de folhas de mudas de copo de leite. Foram inoculadas áreas com ferimento e áreas sem ferimentos, sendo as mudas mantidas à condições de câmara úmida por um período de 48 horas. Após 07 dias de incubação, observou-se os mesmos sintomas observados inicialmente, sendo imediatamente realizado o re-isolamento. O fungo apresentou as seguintes características: lesões necróticas com halos cloróticos, dimensões de 5-15 mm de diâmetro, formatos cilíndricos a elípticos, e com o desenvolvimento da doença induzem ao amarelecimento generalizado da folha; sinais representados por acérvulos, micélio de coloração clara, abundante e as massas de conídios de coloração laranja. Com base na chave de Sutton (1980) identificou-se este isolado como sendo C. gloeosporioides o primeiro registro de ocorrência deste fungo no Distrito Federal.

SALES, TT, LIMA, ESS, SOUZA, ESC, PAZ LIMA, ML. Patogenicidade de Colletotrichum gloeosporioides infectando folhas de mudas de Zantedeschia aethiopica. Tropical Plant Pathology 34 (Suplemento):194 2009



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores

Postagens populares da Ultima Semana