terça-feira, 4 de junho de 2013

Trabalho de Conclusão de Curso de Bruna Santos de Oliveira - Parâmetros qualitativos e quantitativos de genótipos tardios, semi-tardios e precoces de soja (Glycine Max) à ferrugem-asiática (Phakopsora Pachyrhizi).

OLIVEIRA, B.S.de. Parâmetros qualitativos e quantitativos de genótipos tardios, semi-tardios e precoces de soja (Glycine Max) à ferrugem-asiática (Phakopsora Pachyrhizi). Trabalho de conclusão de curso p. 2013.

A ferrugem-asiática, causada pelo fungo Phakopsora Pachyrhizi, constitui-se em um dos principais problemas fitossanitários da cultura. Para o controle da doença tem se exigido combinações de práticas culturais a fim de minimizar os danos e perdas. Estratégias de controle, como a utilização de cultivares resistentes ao fungo, são desejáveis para o manejo eficiente da doença. O presente trabalho teve como objetivo avaliar a reação de resistência à ferrugem-asiática em genótipos de soja, através dos parâmetros qualitativos e quantitativos. O experimento foi realizado em Urutaí-GO, safras 2011-2012, em condições de campo, foram avaliados 25 genótipos de soja precoces e tardios cultivadas em três blocos por genótipo, em blocos casualizados. Foram avaliadas as seguintes variáveis: tipo de lesão, intensidade de esporulação e severidade da doença. Para cada característica avaliada, foram submetidos à análise de frequência para características qualitativas e à análise de variância para características quantitativas. As médias comparadas pelo teste de Tukey, Duncan e Scott-Knott a 5 % de probabilidade. Com base nos resultados desse estudo, os genótipos 29 e 5 apresentaram maiores possibilidades de serem utilizados na análise de resistência em programas de melhoramento.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores

Postagens populares da Ultima Semana