sábado, 21 de agosto de 2010

Atlas descritivo de doenças em plantas daninhas


TAVARES, C.J.; OLIVEIRA, A.S.; PAZ-LIMA, M.L.,
Instituto Federal Goiano campus Urutaí. CEP 75790-000, Urutaí, GO.



Uma planta quando nasce espontaneamente em local e momento indesejado, compete com espécies desejadas, interfere decisivamente na agricultura. O objetivo deste trabalho foi descrever, detectar e identificar doenças incidentes em plantas daninhas. Foram coletadas amostras apresentando sintomas de doenças em plantas daninhas em vários Estados brasileiros. Os sintomas e sinais foram analisados com auxílio de microscópio estereoscópico e composto, sendo preparadas lâminas semi-permanentes para identificação e caracterização. Foram analisadas 32 espécies de vegetais, sendo detectados 17 gêneros de fungos mais freqüentemente incidentes: Puccinia sp. (22 %), Cercospora sp. (10 %), Albugo sp. (16 %) e Oidium sp. (7 %). As famílias botânicas em que se observou maior incidência de doenças foram: Asteraceae (22 %), Poaceae (16 %), Convolvulaceae (13 %), Malvácea (11 %) e Euphorbiaceae (11 %). As doenças mais incidentes foram à ferrugem (37 %), oídio (14 %), manchas foliares (12 %), cercosporioses (10 %) e ferrugem branca (10%). A identificação de patógenos associados a plantas daninhas representa uma importante estratégia para estudos epidemiológicos, pois neste patossistema os patógenos podem ser benéficos a agricultura.


Trabalho Apresentado do 43o. Congresso Brasileiro de Fitopatologia: TAVARES, C.J., OLIVEIRA, A.S., PAZ LIMA, M.L. Atlas descritivo de doenças em plantas daninhas. Tropical Plant Pathology 35(suplemento):s146. 2010.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores

Postagens populares da Ultima Semana