quarta-feira, 18 de agosto de 2010

DIVERSIDADE DE FUNGOS MACROSCÓPICOS EM MATA ESTACIONAL SEMIDECÍDUA DO CAMPUS IFG


DIVERSIDADE DE FUNGOS MACROSCÓPICOS EM MATA ESTACIONAL SEMIDECÍDUA DO CAMPUS IFG / Diversity by macroscopic fungi on seasonal semideciduous vegetation from IFG campi. TOBIAS, A.C.1; MARQUES, P.W.L.1, DEMO, C.2; PAZ-LIMA, ML1; 1Instituto Federal Goiano campus Urutaí, CEP 75790-000, Urutaí, GO, 2Universidade de Brasília, Departamento de Biologia Animal, CEP 70910-900, Brasília, DF. E-mail: fitolima@gmail.com.

Duas grandes divisões de fungos abrigam em suas categorias taxonômicas fungos macroscópicos sendo representadas pelas divisões Basidiomycota e Ascomycota sensu Hawksworth (1995). O objetivo deste trabalho é relatar e identificar a incidência de fungos macroscópicos em região de mata estacional semi-decídua de Urutaí, GO. Foram coletadas 12 amostras de cogumelos e levados para o Laboratório de Microbiologia do IFGoiano campus Urutaí. No campo e no laboratório as amostras foram foto-documentadas. Fragmentos de tecidos fúngicos submetidos à assepsia foram adicionados em meio de cultura BDA (batata, dextrose e ágar) para isolamento. Foram constatados três grupos taxonômicos Aphyllophorales, Agaricales, Gasteromycetes, e as seguintes espécies Pisolithus tinctorius; Bovista sp.; Agaricus sp.; Pycnoporus sp., Ganoderma sp.; Plicaturopsis sp. e Polyporus sp. Os resultados contribuem para a expansão do conhecimento da diversidade dos macromicetos de Goiás e do Brasil, além disso, os dados levantados servirão para embasar o inventário da Biota da “Reserva Ecológica” do campus IFG-Urutaí, que constitui um representante de um dos biomas tropicais mais ameaçados na atualidade, o Cerrado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores

Postagens populares da Ultima Semana