terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

Microscopia eletrônica de varredura de Albugo ipomoeae-panduratae (Pers.) Kuntze infectando folhas de Ipomoea triloba.




O objetivo deste trabalho é identificar e caracterizar A. ipomoeae-panduratae em corda-de-viola. Amostras de folhas foram a analisadas em microscópio ótico (MO) e microscopia eletrônica de varredura (MEV). Os sintomas observados foram de abundantes pulverulências esbranquiçadas formadas pelos soros na face abaxial, no entanto, na face adaxial observou-se lesões necróticas com halos arroxeados ou amarelecidos. Em MO observou-se micélio contínuo e bem ramificado, que coloniza os tecidos do hospedeiro, emitindo grande número de haustórios para o interior das células parasitadas. Os esporângios apresentavam coloração hialina, de parede espessa, globosos, catenulados e com dimensões de 10-18 µm de diâmetro, possuem paredes espessas e são unidos por uma substância que se dissolve devido a elevada umidade. Entre os esporângios foram encontrados células estéreis em formato de “Y”. Em MEV foi observado que os esporângios apresentam superfície lisa, e na região apical apresentavam ornamentação central com abas circundantes e franjadas. Estes ficam inseridos e encaixados na célula esporangial basal da cadeia de esporângios de formato cúbico devido compressão das células epidérmicas da hospedeira. Estes estudos permitiram a caracterização do agente causal da ferrugem branca da corda-de-viola.

Milton Luiz da Paz Lima, Instituto Federal Goiano campus Urutaí.

Paulo César Alves de Sousa, Faculdades JK-Anhanguera

Eduardo Soares da Silva Lima, Faculdades JK-Anhanguera

Thais Thorquato Sales, Faculdades JK-Anhanguera

André Luiz de Araújo Pegorin, Faculdades JK-Anhanguera

Ana Luíza Barbosa e Silva, Faculdades JK-Anhanguera

Erica Santos do Carmo Souza, Faculdades JK-Anhanguera


SOUSA, PCA., lima, ess, FARIAS, MP, ARAUJO, ACG, mendes, mas, urben, af, PAZ-LIMA, ML, Microscopia eletrônica de varredura de Alburgo ipomoeae-panduratae (Pers.) Kuntze infectando folhas de Ipomoea triloba. Tropical Plant Pathology 34 (Suplemento): 175.2009.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores

Postagens populares da Ultima Semana